Sempre é possível fazer a cirurgia videolaparoscópica